BIO |  PAULO JOSÉ TRIPOLONI

Nascer na maior cidade da América Latina me fez, desde cedo, refletir sobre o lugar do homem nas cidades – o morar, o viver e o trabalhar. A metrópole despertou em mim, o olhar atento aos detalhes, necessidades e a força que a urbanidade trazia.

Ainda criança uma visita às cidades históricas de Minas Gerais causou grande impacto, instigando minha curiosidade sobre as formas, texturas e surpresas que aqueles espaços apresentavam. Um pouco mais velho, na adolescência, pensava em duas opções de carreira – a arquitetura e o futebol. Tive, nessa época, a oportunidade de viajar para jogar em diversos países da Europa.   

Nessas ocasiões pude entrar em contato com diferentes estilos de arquitetura e cada um deles me cativou de maneira particular. De volta ao Brasil tive a certeza que minha profissão seria a arquitetura.

Já na universidade, o trajeto que fazia cruzava diariamente o Rio Tietê.  Observar o rio, dia após dia, me provocou uma grande reflexão sobre a ocupação de suas várzeas, a ausência de uma infraestrutura verde, enfim, a urbanidade do lugar. O tema se tornaria objeto de pesquisa acadêmica e assunto recorrente em minha vida.

Desta vez, a provocação vinha de minha própria cidade. O rio e suas margens me instigavam na busca de soluções para dores e desafios que pulsavam na cidade.

Anos depois percebi o quanto essas experiências foram fundamentais para formar minha assinatura enquanto arquiteto. Os contrastes de diferentes tipos de urbanizações (e suas arquiteturas), algumas vezes, conceitual e esteticamente antagônicas me levaram à reflexão do que era, ao meu ver, um projeto arquitetônico ideal.

O excesso de informações ao qual somos expostos diariamente, muitas vezes, nos tira o foco do que é essencial. Ao mesmo tempo entendo as cidades como uma das grandes invenções da humanidade, onde tudo é possível. 

A questão recorrente era: “Como extrair a máxima potência do ambiente urbano de maneira equilibrada e funcional, trazendo conforto e beleza ao espaço?”.

A arquitetura minimalista foi uma das inspirações que encontrei.

Meus projetos buscam sempre atender às necessidades da vida contemporânea, proporcionando ambientes funcionais, belos e ecologicamente responsáveis, conectando cada cliente ao que de fato é essencial para cada um.

MODUULAR_FOTO_PAULO-02.jpg
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS PARA O ARQUITETO PAULO JOSÉ TRIPOLONI | CAU XXXXXX